sábado, 12 de fevereiro de 2011

Falando um pouco sobre pigmentos.



O pigmento é o que dá cor a tudo o que é material. As folhas da plantas são verdes por terem clorofila; a terra tem cores diferentes em cada região por apresentar composição mineral diferente, e cada mineral tem um pigmento com a sua cor própria: o óxido de ferro pode ser amarelo ou vermelho; o de cobre é verde; o de manganês é castanho; o de cobalto é azul; etc. ... Até a nossa pele tem pigmentos, como a melanina, que dá a cor da pele de cada um de nós. Os homens primitivos descobriam as cores pela experiência. Encontramos os seus registros nas paredes das cavernas. Essas pinturas rupestres eram feitas com os mais variados tipos de pigmentos naturais: plantas, terra, carvão, e até o sangue dos animais que caçavam.
Desenhar, pintar, colorir são formas de expressão, de comunicação que é natural do ser humano. Com o tempo o homem percebeu que podia extrair os pigmentos da natureza e utilizá-los em forma de tinta misturando com resina das árvores, com a clara e a gema de ovos e diferentes tipos de óleo para conservar, transportar e fixar as cores. Pintou sobre pedra, peles de animais e madeira e desenvolveu suportes próprios para a pintura. As técnicas de pintura desenvolveram-se, industrializaram-se e a tecnologia criou os pigmentos sintéticos. Cores "artificiais", feitas em laboratório, mas tão intensas e belas como as cores naturais que tentam imitar. Os corantes também são pigmentos. Essa mistura de pigmentos altera a quantidade de luz absorvida e refletida pelos objetos. O pigmento branco não absorve, mas reflete todas as cores.
Estamos a falar da COR-LUZ que é refletida pelos objetos quando iluminados pela luz branca, que é a soma de todas as cores. Quando misturamos um pigmento preto a uma tinta branca, aos poucos vamos obtendo diferentes tons de cinza. Quanto mais pigmento preto, mais escuro é o tom de cinza que obtemos até chegar ao preto. O que acontece é que o pigmento preto, ao contrário do branco, absorve todas as cores. Já vimos antes que o preto é a ausência de luz. O pigmento preto "esconde" todas as cores e, por isso, o preto que vemos é o "escuro", é a ausência de luz refletida.
O mesmo acontece com os pigmentos coloridos. Cada um reflete somente a cor que não é absorvida. Por exemplo: o pigmento amarelo absorve da luz branca as cores azul violeta, azul cian, verde, vermelho alaranjado e magenta, e reflete somente a luz amarela, que é a cor que podemos ver.



 

2 comentários:

  1. Bom dia amiga linda!
    Quanta coisa estou aprendendo aqui com você!
    Obrigada por nos transmitir tanta informação.
    Beijos, tenha um dia colorido.
    Lenita

    ResponderExcluir
  2. Olá amiga!

    Que alegria receber seu comentário e melhor ainda, saber que estou colocando coisas que possam de alguma forma ajudar aqueles que como eu, amam a arte.
    Você é e será sempre a minha fonte de inspiração na busca do conhecimento e no desprendimento de ensinar! Bjks querida amiga e saudades!

    ResponderExcluir