sexta-feira, 27 de julho de 2012

Curiosidades sobre o cloisonné.


 Olá amigos,

Adoro os trabalhos em cloisonné e encontrei na internet um texto que dá uma noção dessa técnica e conta a história do seu maior artesão chinês na atualidade. 



Artesão de cloisonné, Zhang Tonglu.

O cloisonné é talvez uma das obras que dê mais trabalho no mundo artesanal. Na atualidade, existe apenas uma pessoa na China que domina todo o seu processo de produção. O nome dele é Zhang Tonglu e começou a trabalhar com a modelagem de cloisonné aos 16 anos.  
A confecção de cloisonné, que nasceu na dinastia Ming, em meados do século XV,  combina técnicas de produção de bronze e porcelana, desenhos e gravuras. No começo, a cor predominante das obras era azul. 
A confeção de cloisonné exige mais de dez procedimentos. Na linha de fabricação, um trabalhador é responsável por apenas um procedimento, e ele pode fazer esse trabalho durante uma vida inteira. 
Zhang não quis gastar toda a vida na modelagem de cloisonné, por isso, participou do vestibular da Faculdade de Artes da Escola de Artesanato de Beijing. Passou e se esforçou muito para dominar os conhecimentos sobre design e cores. Retornou à fábrica depois de se formar. Logo em seguida, foi promovido a chefe da linha de fabricação. Assim, Zhang ganhou a oportunidade de conhecer todo o processo da confecção de cloisonné. Após três anos de dedicação, o artesão chinês virou um mestre do setor. 

Palavras de Zhang:

"É muito difícil aprender toda a tecnologia de confecção do cloisonné. Normalmente, uma pessoa só consegue dominar uma etapa do seu procedimento. Do século XV até agora, quase não houve nenhum artesão que tenha conseguido produzir um cloisonné sozinho. Depois de eu assumir o cargo de vice-presidência, tive a chance de conhecer todos os 13 departamentos da nossa fábrica, algo muito benéfico para o meu crescimento".

Além de aprender técnicas tradicionais, Zhang procurou desenvolver algumas inovações na confecção de cloisonné. Suas obras conquistaram inúmeros prêmios nacionais e internacionais. Em 1988, Zhang foi outorgado como "mestre artesanal da China". 
Com o enriquecimento dos meios de consumo e diversão da população chinesa, os artesanatos tradicionais chineses enfrentaram um período extremamente difícil. O cloisonné não escapou da situação. A fábrica onde Zhang Tonglu trabalhava anunciou, em 2002, a sua falência. Somente algumas dezenas de trabalhadores permaneceram no ramo. 

"Fiquei muito triste. Dediquei toda a minha vida profissional ao setor. Ganhei fama. E agora estou querendo ver esta arte renascer, com meus esforços", Zhang disse. 

Zhang reuniu antigos técnicos e trabalhadores e fundou uma empresa voltada à produção e comércio de cloisonné. Para Zhang, é necessário que as antigas artes se adaptarem ao desenvolvimento social. 

"A minha idéia é criar novos estilos, desenhos e cores para o cloisonné poder evoluir. Com isso, nossas exportações continuam em alta", disse o mestre Zhang. 

Zhang Tonglu está preocupado com a transmissão da arte, pois o processo demorado de aprendizagem da técnica de confecção do cloisonné parece pouco atrativo aos jovens chineses. Zhang planeja colocar as técnicas e suas experiências no papel. 

"Como um mestre, isso é minha responsabilidade e dever. Até agora, não há nenhum livro que registre de forma completa as técnicas da confecção de cloisonné. Estou com vontade de contribuir para isso", falou Zhang.
-o-o-o-o-

Agora estou mostrando algumas imagens dos trabalhos desse artista magnífico e tenho certeza que entenderão porque ele é considerado o grande mestre dessa arte na China.

Zhang Tonglu.







Nenhum comentário:

Postar um comentário